quinta-feira, 4 de junho de 2009

demasiado pobres e/ou demasiado pretas

A queda do avião da Air France e a morte das 228 pessoas tocou-me muito porque já passei naquele lugar várias dezenas de vezes. No entanto causa-me perplexidade que na mesma semana tenham sido mortos 20.000 civis no Sri Lanka e isso não tenha tido praticamente eco nos media.

O mesmo acontece com as pequenas esmeraldas maddies joanas e esta que foi para a Rússia. Sou pai de filhas e tenho como certeza que não pode haver dor maior que a da perda de um filho;  e os milhões de crianças (e não crianças) que diariamente morrem de fome, de sede e de doenças curáveis, vitimas da ganância e do esquecimento, e nunca aparecem nos noticiários?

São demasiado pobres e/ou demasiado pretas para serem notícia.

Os media são vampiros a quem só interessa os mortos e desgraçados que dão lucro. Para mastigar e ruminar meses a fio em programas da treta de apresentadoras a chorar lágrimas de crocodilo para dentro dos decotes, e uns senhores muito sabedores mas sem vergonha na cara.

Cada vez que nos esquecemos destes mortos anónimos também estamos a contribuir para que isto continue a acontecer.